{Resenhas} Tua.

Tua – Claudia Piñero

Sinopse:
Inés está convencida de que toda mulher, em algum momento, será traída. Assim, não fica tão surpresa quando encontra um bilhete nas coisas de Ernesto, seu marido — um coração desenhado com batom vermelho, escrito “te amo” e assinado “Tua”. Porém, quando Inés percebe que a traição do marido vai muito além do que ela pensava, trama um plano de vingança do qual não haverá volta.Tua é um romance policial vertiginoso, mas também um retrato implacável da vida íntima da classe média. Claudia Piñeiro capta com genialidade as vozes da sociedade  contemporânea, entre elas a de uma dona de casa disposta a qualquer coisa para manter as aparências.


Não sei exatamente o que esperava desse livro, mas sei que não chegou nem perto. “Tua” nos traz a dramática e suja história de Inês e sua família. Como dito na sinopse, a protagonista da história, descobre que o seu marido Ernesto, está lhe traindo. Porém, o que começa com mais um caso de traição, se torna em uma dramática e suja história de mentiras e vingança.

Porque, quando se é um casal, é preciso se cuidar todos os dias, senão a convivência vai nos matando.

Eu li algumas resenhas sobre o livro, e não sei por qual motivo, me senti traída e enganada ao começar a leitura. Não foi fácil engatar, e me conectar com a história e os personagens. Inês me remete uma dona de casa, que embora seja esperta e inteligente (isso em alguns momentos), não sabe usar de tais armas dentro da relação. Sempre muito passiva e achando estar um passo a frente do marido, ela me pareceu de inicio uma mulher fraca e manipulável. E foi assim durante boa parte do livro.

Afinal, por mais que amemos um homem, temos nossos limites, e há momentos em que, francamente, daria um tiro nele.

Em paralelo, temos a história da sua filha, Lali, que é completamente negligenciada pela mãe, e tem uma atenção diferenciada do pai. Em um momento do livro a Inês diz que a filha está tentando fazer a cabeça do pai contra ela, isso me irritou de tal maneira, que não consigo explicar. Tudo bem que a relação das duas não era das melhores, mas daí a tornar a filha vilã por ter um marido desrespeitoso e nada carinhoso, é demais para a minha cabeça. A impressão que eu tive, é que embora Ernesto fosse o errado desde o começo, tudo na vida de Inês, girava em torno dele, e talvez, esse não seja meu tipo preferido de história.

Não se pode passar a vida toda batendo no peito e recitando:”minha culpa, minha culpa, minha máxima culpa”. Tudo bem, tinha acontecido algo muito pesado com a gente, algo que não desejo a ninguém. Mas o que mais poderíamos fazer? Em todas as religiões existe o perdão para quem se arrepende dos seus pecados. Nós estávamos arrependidos. De verdade. E, se Deus perdoa, o que mais pode fazer o homem?

No fim, a Inês acabou me surpreendendo, não sei se de maneira positiva ou negativa, ainda estou decidindo isso, mas, foi o melhor do livro. Senti falta de trama, articulação, de uma verdadeira vingança. Além disso, tentei entender e encontrar sentido para a história que ocorria em paralelo, a da filha do casal, Lali. E o único entendimento que consegui, foi que , enquanto Ernesto e Inês tentavam resolver seus problemas, e estavam focados nisso, esqueceram por completo que tinham uma filha adolescente e que essa precisava ser assistida de perto. Por fim, achei que autora tinha um enredo muito bom em mãos,mas não soube trabalhar, ou talvez tenha sabido. Talvez ela tenha tentado dizer que isso acontece com mais frequência do que imaginamos, essa passividade, essa dedicação excessiva ao outro ( que na maioria das vezes não merece), que acaba por nos levar a histórias sujas e dramáticas. De qualquer modo, esperava mais. O livro tem poucas páginas, por isso é fácil terminar a leitura em um dia. Se você for uma pessoa curiosa como eu, leia, tire suas próprias conclusões, mas não é o tipo de livro que indicaria.

No fundo, ninguém é inocente.

3coracoes

http---signatures.mylivesignature.com-54493-207-D364FBF14B6AE2645DD79C5F8014E1A3

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s