{Resenhas} Tentação Sem Limites

Tentação Sem Limites – Abbi Glines

( Série Rosemary Beach – Sem Limites #2)

Sinopse:

“Ela não consegue deixar de amá-lo, mesmo sabendo que jamais o perdoará.A vida de Blaire Wynn não foi nada fácil. Sua irmã gêmea morreu muito cedo, seu ex-namorado e melhor amigo a traiu e ela precisou cuidar da mãe doente até o último dia de sua vida. Depois de tanto sofrimento, o que ainda seria capaz de machucá-la?O terrível segredo de Rush Finlay.Depois de se apaixonar perdidamente por ele, Blaire descobriu algo cruel que destruiu para sempre o mundo que conhecia. Agora ela está mais sozinha do que nunca e precisa recomeçar a vida longe de todos que a feriram. O único problema é que não consegue deixar de amá-lo.Rush Finlay também não sabe o que fazer. Apesar das tentativas dos amigos e da família para animá-lo, o rapaz segue desolado. Ele já não quer saber da vida que levava, regada a festas, bebidas e mulheres. É atormentado pelas lembranças de um sentimento que jamais imaginara que fosse conhecer e que não pôde ser vivido plenamente.Nem Rush nem Blaire imaginavam que seus universos pudessem se transformar de forma tão radical. Porém, a maior reviravolta das suas vidas ainda está por vir. E ela será tão intensa que obrigará Blaire a engolir o orgulho, voltar a Rosemary, na Flórida, e enfrentar seus inimigos. Rush por sua vez, terá que lutar para consertar seus erros e se provar digno da confiança e do amor dela.Segundo volume da trilogia Sem Limites, que já vendeu mais de 5 milhões de exemplares no mundo, Tentação sem limites é tão viciante e tentador quanto uma paixão proibida.”


No segundo livro da série Rosemary Beach, temos a continuação da história de Blaire e Rush. Todo mundo já sabe que a Blaire, é uma das minhas mocinhas favoritas. Adoro a coragem, determinação e força que ela tem, mas nesse segundo livro, fiquei levemente irritada com ela. Essa história toda de ser independente, de se virar sozinha e tudo mais, a privou de momentos que poderiam ser incríveis. Mas, essa também é a graça da história, controverso, eu sei. Mas, o Rush precisou de tudo que aconteceu, precisou sofrer e entender que ele não pode fazer como ele quer sempre.

E se ela voltar? O que você vai fazer? (…) O que eu faria? Eu imploraria.

E aí, temos o Rush. Ele sofre, mas não aprende. Em alguns momentos, ele é tão babaca, que a vontade que dá é de largar o livro e ligar o foda – se. Nos momentos em que a Blaire mais precisou, ele não estava lá. Como sempre, ele estava muito ligado a Nan, fazendo tudo o que ela quer sempre. E quando o Woods começa a aparecer mais, eu me apaixono por ele também. Até que o Rush descobre uma coisa , que aliás é o choque desse segundo livro, que muda tudo completamente. Então, finalmente vemos a tentativa de amadurecimento da parte dele,  o esforço para consertar as coisas e deixar finalmente a sua irmã cuidar da própria vida, sem a ajuda dele. Aliás, nesse livro, temos uma Nan cada vez mais irritante, e com o perdão da palavra, cada vez mais vaca. Existe salvação para esse ser humano?

Não se torne como eu. Não a decepcione como eu fiz. Nós só merecemos aquilo que fazemos por merecer. Faça o que eu não consegui fazer. Seja um homem.

A Abbi sabe como conquistar e prender o leitor. Se no primeiro livro tivemos paixão ardente, desejos a flor da pele e expectativas destruídas, nesse temos a reconstrução, o perdão. Vemos a tentativa desesperada e desastrada do Rush, de tentar conseguir o perdão da amada, e vemos uma Blaire confusa e sem saber se perdoa e se entrega, ou se esquece e some. Pude sentir a indecisão com ela, os momentos de raiva em que o Rush merecia uns socos e o momento final, ou quase isso, quando a decisão é enfim tomada. Claro, não vou revelar a decisão porque isso seria spoiler.

Eu não apenas a amo. Ela me tem. Completamente. Eu faria qualquer coisa por ela.

Estou encantada pela série, e acabei de ler o segundo livro sobre a história do Grant. Já faz algum tempo que li esse livro, mas só agora consegui parar e resenhar sobre ele. A escrita continua rápida e deliciosa, e o mais legal é que agora ela intercala entre os pensamentos do Rush e da Blaire. Sempre preferi a visão masculina das histórias, então adorei que os capítulos fossem intercalados, até mesmo para deixar mais dinâmico. Não tem jeito, eu gosto mesmo de um romance clichê, e acabo sempre me encantando. Cinco estrelas, porque a Abbi merece, e Rush e Blaire são incríveis juntos.

Aproveitem!

faeac-5coracoes
http---signatures.mylivesignature.com-54493-207-D364FBF14B6AE2645DD79C5F8014E1A3

Anúncios

8 comentários sobre “{Resenhas} Tentação Sem Limites

  1. Oiii Carol,
    Amo esse livro, assim como a série inteira de Rosemary Beach, vou começar a ler A Primeira Chance…
    Adoro o Rush Finaly e o jeito dele todo torto de amar a Blaire, deu até saudades da história deles, faz muito tempo que eu li…
    Beijinhos!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s