E aí, assistiu? – Filmes Nacionais

filmes

Olá pessoinhas, tudo jóia com vocês? Espero que sim. Na tag do ” E aí, assistiu?” de hoje, vou trazer alguns filmes nacionais que eu gostei bastante, espero que vocês gostem. Confiram!


Sabemos que os filmes nacionais ainda não são tão valorizados, quanto os estrangeiros. Porém, eu sou apaixonada pelo cinema nacional, e por isso separei alguns para vocês. 

  • bichoAno: 2001
  • Diretor: Lais Bodanzky
  • Classificação: 4/5

Bicho de Sete Cabeças

Seu Wilson (Othon Bastos) e seu filho Neto (Rodrigo Santoro) possuem um relacionamento difícil, com um vazio entre eles aumentando cada vez mais. Seu Wilson despreza o mundo de Neto e este não suporta a presença do pai. A situação entre os dois atinge seu limite e Neto é enviado para um manicômio, onde terá que suportar as agruras de um sistema que lentamente devora suas presas.

Lembro da primeira vez que assisti esse filme, era muito nova e não entendia direito o que estava acontecendo. Aí assisti uma segunda vez anos mais tarde e pensei: Nossa, que filme incrível! Primeiro, devo destacar a atuação do querido Rodrigo Santoro, ele esteve excelente, na verdade, todo o elenco é maravilhoso, mas devo destaca – lo. E temos a história, que é crua, dura e infelizmente, reflete a realidade de muitos hospícios espalhados pelo país.  A falta de preparo, de humanidade  e o descaso com que os pacientes são tratados é tão grande, que às vezes dá vontade de parar de assistir o filme. Junto a isso, temos a família, que torna – se “cúmplice” desse sistema, apenas percebendo o erro tarde demais. Um filme intenso, com uma direção maravilhosa e um elenco incrível.  Para aqueles que ainda não assistiram, faça isso assim que puder.

– É preciso agasalhar aqui. É preciso fingir. Quem é que não finge neste mundo, quem?
É preciso dizer que está bem disposto, que não tá com fome…, é preciso dizer que não está com dor de dente, que não está com medo… se não não dá, não dá.


  • diva_011Ano: 2009
  • Diretor: José Alvarenga Júnior
  • Classificação: 4/5

Divã

Mercedes (Lília Cabral) é uma mulher casada e com dois filhos que, aos 40 anos, tem a vida estabilizada. Um dia ela resolve, por curiosidade, procurar um analista. Aos poucos ela descobre facetas que desconhecia, tendo que contar com o marido Gustavo (José Mayer) e a amiga Mônica (Alexandra Richter) para ajudá-la.

Esse filme é uma delícia de assistir. A Lilia Cabral é maravilhosa e disso todo mundo já sabe, mas quando ela resolve atuar em uma “comédia”, é maravilhoso. Perceber que a sua relação está desgastada, e que a sua vida já não está tão boa assim, é desesperador. E é exatamente o que acontece com Mercedes. Dei umas boas risadas com esse filme, vê – la tentando se reinventar é com toda certeza muito divertido e dramático também. Aprender coisas novas, redescobrir o que tinha sido esquecido, valorizar o que se tem, quem você é, são as fases pela qual ela passa, e acompanhar tudo isso me fez refletir sobre uma serie de coisas também. Leve, descontraído e perfeito para assistir em uma tarde Domingo junto com a família.

Na vida a gente nasce e morre. No intervalo disto, namoramos, casamos, temos filhos, ficamos felizes, tristes, nos decepcionamos, envelhecemos. Não há como fugir deste script.


  • lisbelaAno: 2003
  • Diretor: Guel Arraes
  • Classificação: 5/5 ❤

Lisbela e o Prisioneiro

Lisbela (Débora Falabella) é uma moça que adora ir ao cinema e vive sonhando com os galãs de Hollywood dos filmes que assiste. Leléu (Selton Mello) é um malandro conquistador, que em meio a uma de suas muitas aventuras chega à cidade de Lisbela. Após se conhecerem eles logo se apaixonam, mas há um problema: Lisbela está noiva. Em meio às dúvidas e aos problemas familiares que a nova paixão desperta, há ainda a presença de um matador (Marco Nanini) que está atrás de Leléu, devido a ele ter se envolvido com sua esposa (Virginia Cavendish).

Eu tenho um caso de amor super sério com esse filme. 500 vezes que passar, eu assisto. Antes de mais nada, vou citar os pontos que só agravam o meu amor pelo filme:
1- Tenho uma quedinha por Selton Mello.
2 – Amo filmes que tem o nordeste como cenário.
3 – A trilha sonora desse elenco é maravilhosa.
4 – Bruno Garcia, Marco Nanini, Débora Falabella, Tadeu Mello, André Mattos ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ 
Dito isso, o filme tem um enredo divertido e delicioso. A mocinha conhece o mocinho,mas eles não podem ficar juntos. Leléu vive de cidade em cidade, de mulher em mulher, enquanto Lisbela está de casamento marcado com um quase carioca. Acrescente a isso um marido corno, uma amante apaixonada, um pai delegado e um policial estabanado, resultado? Diversão garantida. Creio que boa parte dos brasileiros já assistiram esse filme, e para aqueles que ainda não o fizeram, façam assim que puder.

O amor me chamou pra um outro lado e eu fui atrás dele. Eu pensei que se eu não fosse, a minha vida inteira ia ser assim. Vida de tristeza, vida de quem quis de corpo e alma e mesmo assim não fez. Daí eu fui. Eu fui e vou, toda vez que o amor me chamar, vocês entendem? Como um cachorrinho, mas coroada como uma rainha.


Esses são os filmes de hoje, espero que vocês tenham gostado. E vocês? Já assistiram algum desses filmes? Gostaram? Não esqueçam de comentar. Beijos!

affc3-http-signatures-mylivesignature-com-54493-207-d364fbf14b6ae2645dd79c5f8014e1a3

Anúncios

2 comentários sobre “E aí, assistiu? – Filmes Nacionais

  1. O cinema nacional é ótimo, mas infelizmente, como você disse, não é valorizado. Talvez um dia os brasileiros vão parar de assistir qualquer porcaria hollywoodiana e vão começar a prestar mais atenção no próprio cinema. Só espero que esse dia chegue logo.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s