E aí, assistiu?

filmes

E hoje, vou começar uma tag nova aqui no blog. Na tag ” E aí, assistiu?”, trarei dicas e opiniões sobre filmes de todos os gêneros e nacionalidades. Espero que gostem!


  • p193428_d_v7_aaAno: 2009
  • Diretor: Mark  Webb
  • Classificação: 5/5
  • Título original: 500 Days of Summer

500 Dias Com Ela

Tom Hansen (Joseph Gordon-Levitt) está em uma reunião com seu chefe, Vance (Clark Gregg), quando ele apresenta sua nova assistente, Summer Finn (Zooey Deschanel). Tom logo fica impressionado com sua beleza, o que faz com que tente, nas duas semanas seguintes, realizar algum tipo de contato. Sua grande chance surge quando seu melhor amigo o convida a ir em um karaokê, onde os colegas de trabalho costumam ir. Lá Tom encontra Summer. Eles também cantam e conversam sobre o amor, dando início a um relacionamento.

“Essa é a história do garoto que conhece a garota. Mas você deve saber, que não é uma história de amor.” A primeira vez que assisti esse filme, foi com a minha turma do cursinho de inglês. Precisavamos assistir o filme sem legenda e depois resumi – lo em inglês na frente de toda a turma. Então, nem preciso dizer que assisti milhares de vezes né? A questão é, que eu me apaixonei de primeira. O filme nos traz o apaixonado e estabanado “Tom” e a nada convencional ” Summer”. Eles se conhecem no trabalho, ele apaixona – se assim que a vê e depois de uma noite no karaokê, dão inicio a um estranho relacionamento. O Tom narra a história dos 500 dias que passou com Summer, porém não exatamente na ordem correta, o que deixa o filme mais delicioso na minha opinião. Com personagens secundários , como a irmãzinha do Tom, e com um enredo e atores incríveis, esse filme foge de todo o clichê que estamos acostumados. É engraçado, romântico, dramático e encantador. É um daqueles filmes para assistir em um dia chuvoso, com um chocolate quente e um cobertor.

Summer – Eu não acredito em amor.
Tom – Porque não?
Summer – Porque ele não existe.
Tom – Como sabe que ele não existe?
Summer – Como sabe se ele existe?
Tom – Vai saber quando sentir.


  • 220px-Closer_pôsterAno: 2005
  • Diretor: Mike Nichols
  • Classificação: 5/5
  • Título original: Closer

Closer – Perto Demais

Anna (Julia Roberts) é uma fotógrafa bem sucedida, que se divorciou recentemente. Ela conhece e seduz Dan (Jude Law), um aspirante a romancista que ganha a vida escrevendo obituários, mas se casa com Larry (Clive Owen). Dan mantém um caso secreto com Anna mesmo após ela se casar e usa Alice (Natalie Portman), uma stripper, como musa inspiradora para ganhar confiança e tentar conquistar o amor de Anna.

Primeiro ponto: O elenco é incrivelmente maravilhoso. A Natalie e a Julia no mesmo filme? Sucesso né?
Segundo ponto: Que trilha sonora maravilhosa!!!
Terceiro ponto: Que enrendo incrível!
Pontos citados ( haha) vamos ao que interessa. Todo o drama que envolve esse filme, prende, confunde e trai o telespectador. Ele fala sobre o amor, a falta dele, traição, obsessão, mentiras… sobre a vida, nua, crua e clara. As histórias se cruzam o tempo todo, e você sente tudo que os personagens estão sentindo, isso é resultado de uma ótima atuação e de uma direção excelente. Esse é um daqueles filmes que exigem concentração e cuidado para assistir, acho que tem momento para vê – lo. Lembrando: não é recomendado para menores.

Onde está o amor? Eu não posso vê-lo, não posso tocá-lo, não posso senti-lo, não posso ouvi-lo. Eu posso ouvir algumas palavras, mas não posso fazer nada com suas palavras fáceis.


  • blue-valentineAno: 2010
  • Direção: Derek Cianfrance
  • Classificação:5/5
  • Título original: Blue Valentine

Namorados Para Sempre

Casados há vários anos e com uma filha, Cindy (Michelle Williams) e Dean (Ryan Gosling) são jovens da classe trabalhadora que passam por um momento de crise, vendo o relacionamento ser contaminado por uma série de incertezas. Ele trabalha como pintor, enquanto que ela é enfermeira de uma clínica médica. Seguem em frente e tentam superar os problemas, se baseando no passado que fez com que se apaixonassem um pelo outro.

Não se deixe enganar pelo título. Não senhores, essa definitivamente não é uma história de amor daquelas que fazem seu coração flutuar leve e feliz. Essa história dói, machuca, é crua e espinhosa. ” Dizem que no fim, a gente pensa no começo”, essa frase descreve exatamente o momento do casal. É angustiante acompanhar uma relação que embora tenha amor, está extremamente desgastada e cansativa. A história flutua entre o presente pesado e cansativo, e o passado excitante e empolgante do casal. E embora você já saiba como tudo vai terminar, é desesperador, angustiante… cruel. O amor e o ódio andam de mãos dadas nesse filme, então, cuidado, não se engane com o título!

Querida, você fez uma promessa , certo? Você disse “na alegria e na tristeza” . Você disse isso. Você disse. Era uma promessa .


Tenho tantos filmes para postar, que preciso me controlar! Mas os de hoje foram de acordo com o meu humor. Amor e drama? Sim, talvez. De qualquer modo, são ótimos filmes, com roteiros, elencos e trilha sonora maravilhosas. E aí, assistiu algum desses? Espero que tenham gostado!

affc3-http-signatures-mylivesignature-com-54493-207-d364fbf14b6ae2645dd79c5f8014e1a3

Anúncios

6 comentários sobre “E aí, assistiu?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s