Resenha: The Deal – Romântico e Divertido!

91FrGUab8TL._SL1500_

Ano: 2015
Páginas: 358
Ainda não lançado no Brasil
Classificação: 5/5

O Acordo – Elle Kenedy

Sinopse:

Ela está prestes a fazer um acordo com o bad boy da sua universidade…

Hannah Wells finalmente encontrou alguém que a excita. Mas enquanto ela pode ser confiante em todas as outras áreas de sua vida, quando se trata de sexo e sedução ela carrega uma enorme bagagem. Se ela quer chamar a atenção de sua paixão, ela terá que sair de sua zona de conforto e fazê-lo tomar conhecimento dela … mesmo que isso signifique ser tutora do irritante infantil e arrogante capitão da equipa de hóquei em troca de um encontro falso.

… E vai ser oh tão bom.

Tudo o que Garrett Graham quer é jogar hóquei profissional após a formatura, mas o despencar das suas notas está ameaçando tudo o que ele tem trabalhado tão duro para alcançar. Se ajudar uma morena sarcástica fazer outro cara ciumento irá ajudá-lo a garantir a sua posição na equipe, ele topa. Mas quando um beijo inesperado leva ao sexo mais selvagem da vida de ambos, não demora muito para Garrett perceber que não dá mais para fingir. Agora ele só tem que convencer Hannah que o homem que ela quer se parece muito com ele.


Confesso que não esperava muito desse livro, procurava apenas uma história para me acalmar e recuperar de Ugly Love. Fuçando o Skoob, eis que encontro esse livro com ótimas recomendações, e eis que decidi ler , não me arrependi. É um romance leve,com tudo que precisa ter: romance, um ”bad boy”, traumas e diversão.

Em ”O acordo”, vamos conhecer Hannah, uma mocinha linda, decidida, estudiosa e insegura em uma parte da vida: sexo. Ela é apaixonada por um cara que é completamente o oposto dela, o Justin, que é um jogador de futebol , por quem todas as meninas babam. Mas, como ela uma estudante de música recatada, vai conseguir atrair a atenção dele? E aí que entra o Garrett! Ele é o bad boy, jogador de hóquei, quem tem todas as mulheres que quiser, mas sem se apegar. Garrett não sabia da existência de Hannah, até que ele foi mal em uma das provas , e isso pode deixa – lo fora dos jogos que podem levar o time no qual ele é capitão, para as finais e assim para os jogos profissionais. Então ele e Hannah se esbarram ( literalmente), e ele descobre que ela é uma cdf e  foi muito bem na prova. Ele corre para pedir ajuda dela para conseguir uma boa nota na prova de recuperação, ela vê encrenca nele e não tem tempo para isso porque está muito ocupada com os ensaios para a apresentação de inverno. Depois de muito insistir, ele consegue convencê -la com o seguinte acordo: Ela o ajuda na prova, e em troca, ele ajuda Hannah a conquistar o Justin. Acordo feito, que comece a confusão!

“Honestamente, eu não sei por que me preocupo, em estabelecer as regras básicas. Na minha experiência, nenhuma mulher entra em uma aventura, acreditando que vai ficar em uma aventura.”

Aí você pensa: ah, é só mais um clichê, já até sabemos o final. Mas, embora seja previsível, é divertido e ao mesmo tempo, diferente. Além de todo o trauma que os personagens carregam, tem a coisa da construção. Aqui não existe aquele lance de amor a primeira vista, de se apaixonarem rápido, não, a história é toda trabalhada, o romance é construído aos poucos, como todos deveriam ser. A escrita da autora é muito leve, e a história toda é uma graça. O mais legal do livro, é que os temas abordados, embora reais, não são carregados de todo aquele dramalhão mexicano. É bem pé no chão, bem tranquilo e embora eu tenha ficado com um pouco de raiva da resolução, é geralmente como acontece na vida real.

Quem me conhece sabe que eu tenho sérios problemas com mocinhas. Não entendo o motivo delas serem sempre tão indefesas e dependentes. Mas a Hannah, assim como a Blair ( Uma Paixão Sem Limites), me surpreendeu. Ela é forte, decidida e  segura. Não é do tipo de acaba por ceder e aceitar sempre tudo que for dito. Claro que existem as inseguranças normais femininas, mas eu me identifiquei tanto com a personalidade dela, que me encantei ainda mais por ela. E o Garret? Ah, ele é um bad boy encantador. Às vezes ele age como um homem das cavernas, mas nada exagerado, na dose certa.

“Eu estava quebrado antes de te conhecer-, murmuro. – Toda a minha vida girava em torno de hóquei, e ser o melhor, e provar para o meu pai que eu não preciso dele. Eu não me deixava ficar perto das meninas, porque eu não queria ser distraído de meus objetivos. E eu sabia que se eu chegasse perto de alguém, eu a deixaria em um batimento cardíaco, uma vez eu fosse convocado. Eu não deixei uma única pessoa, nem mesmo os meus amigos mais próximos, e então você veio e eu percebi o quão solitário eu estava.

Por fim, um livro para relaxar e se divertir ( pulando os traumas). Um livro na dose certa. Espero que seja lançado no Brasil. Além dele existe a continuação com o melhor amigo do Garret, que eu pretendo ler em breve. Um ótimo livro para quem gosta de romance e diversão!

Aproveitem a leitura!!

♥♥♥♥♥

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s